Equipe mato-grossense estrela minissérie nacional sobre trabalho escravo na TV Cultura

August 6, 2017

A TV Cultura exibe, à partir deste sábado (5), a minissérie “Cidade Invisível”, produzida pela Forest Comunicação e com atores, produtores, sonoplastas e preparadores de elenco mato-grossenses. A série fala sobre o drama da escravidão na amazônica, passando por um tema a cada capítulo: extração de madeira, trabalho infantil, prostituição e escravidão urbana ou moderna.

As histórias são baseadas em fatos reais que acontecem na cidade de Nova Esperança, no Pará, mas muitas cenas foram rodadas em Mato Grosso, e por isso priorizaram atores locais. No primeiro episódio, neste sábado (5), quem interpreta o protagonista Edmilson é o mato-grossense Romeu Benedicto. Também participam da série Sandro Lucose, Ilto Silva, Rogério Santana e Genival Soares, além de Juliana Capilé, como preparadora do elenco, Amanda Fernandes como produtora executiva, som direto de Yuri Kopcak e Keiko Okamura na produção local deste primeiro capítulo.

O primeiro episódio trata da extração de madeira na Floresta Amazônica. Edmilson, junto aos personagens Rubens, Ivonete e Alex é obrigado a abandonar os desejos de melhorar de vida, enquanto pessoas como Moacir, filho do homem mais rico da cidade, seguem sua rotina alheias às esperanças destruídas dos trabalhadores.

O protagonista não tem estudo, nem formação profissional, não se adapta e nem encontra emprego fora da mata, e sua única alternativa é a de se submeter ao trabalho degradante. Observador, ele decide fugir na luta pela sua sobrevivência e acaba tendo um final surpreendente.

“Conversei com muitos trabalhadores que já tinham passado por essa situação, e elas relataram que às vezes nem tinham a noção que estavam sendo escravizados”, conta o ator Romeu. “O trabalho foi massa. Ficamos 10 dias na floresta em Cotriguaçu e lá conheci acampamentos degradantes. O set foi montado no meio da mata retratando um acampamento real, e as cenas variavam a noite, às vezes madrugadas, onde pudemos vivenciar um pouco a experiência de morar naquele local. É realmente é desumano”, completa.

As gravações aconteceram em maio de 2016, e os atores tiveram, inclusive, que passar por situações complicadas. “Nas cenas da fuga, tive que comer corós e lagartixas. Estas eu só botei na boca, mas os corós de coco comi mesmo. Foi ralação”, lembra Romeu.

Os outros atores mato-grossenses interpretam os seguintes personagens: Sandro Lucose é o Jorge, primo do Edmilson, Genival é o nordestino Sebastião, Rogério Santana é o Pedro e Ilton Silva é o capataz chamado “Gato”. André de Biase e Patrícya fazem participações especiais.

A série é dirigida por Thiago Foresti e Renan Montenegro, e é realizada pela Forest Comunicação, produtora independente especializada em temas socioambientais. De acordo com a assessoria, a série vai ser exibida como parte do programa Cine Brasil, dedicado a divulgar a nova dramaturgia brasileira.

O programa vai ao ar nas madrugadas de sábado para domingo a partir do dia seis de agosto até o dia dois de setembro. A sessão será exibida ás 22h30, do horário local, no Programa Cine Brasil.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Please reload

© 2017 visitecuiaba.com.br. Todos os direitos reservados à ABIH-MT.
Associação Brasileira de Indústria de Hotéis de Mato Grosso - Cuiabá - MT

Fone: (65) 98471-7114

Email: abihmt@gmail.com

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle