Grupo distribui marmitas e palavras de amor e fé entre moradores de rua

August 20, 2018

Depressão, dificuldades financeiras, problemas com drogas, desentendimentos na família são apenas alguns dos motivos que levam pessoas de todos os níveis sociais à passar seus dias na rua. Marginalizadas, essas pessoas recebem apoio restrito da sociedade e deixar a condição se torna cada vez mais difícil com o passar do tempo. Olhando com carinho para a população que vive na sarjeta, um grupo de voluntário da Igreja Assembleia de Deus leva refeições temperadas com amor e palavras de apoio àqueles que perambulam pelas ruas de Cuaibá.

 

Há seis anos o grupo “Evangeliza Rua” tem o compromisso quinzenal e rodar pontos estratégicos da Capital com o veículo cheio de marmitas e suco a serem oferecidos para quem se aproxima faminto. Além dos evegelizadores que atuam diretamente com os moradores de rua, há outra equipe que cuida da arrecadação de doações dos ingredientes para as refeições e as cozinheiras que preparam o alimento com amor e dedicação para que fique o mais saborosa possível.

 

Adão dos Santos e Jair Alves de Souza são dois dos voluntários. Eles contam que no início do projeto, em 2012, todas as quintas-feiras levavam comida aos moradores de rua do Porto, Morro da Luz, Praça Ipiranga, entre outros pontos de vulnerabilidade social.

“Na verdade qualquer pessoa que chegar aqui a gente vai oferecer uma marmita e um suco, não negamos a ninguém. Pode ser uma morador de rua ou trabalhador que está esperando ônibus esse horário e queira jantar”, disse Jair Alves.

 

Eles contam que existe uma grande migração de pessoas são homens, mulheres e crianças vivendo nas ruas.

 

Por volta das 19h30, do dia 9 deste mês, a dupla estava no Morro da Luz, com o veículo estacionado, de portas abertas, para a distribuição do jantar. Adão contou que geralmente eles distribuem 140 marmitas. O cardápio daquele dia incluía arroz, feijão, batata com carne moída e salada. O suco era do sabor goiaba com morango ofereceido com a marmita.

 

Eles sempre ficam atentos para entregarem apenas uma unidade por pessoa, dessa forma evitando que o alimento seja trocado ou vendido por drogas. "À vezes eles querem pegar mais de de uma. Comem o alimento e vendem a segunda marmita por R$ 5 para comprar entorpecente". Equando a reportagem entrevistava os voluntários, várias pessoa sse aproximaram para pegar o jantar. Alguns deles insistiam em mais de uma, alegando que era para um amigo que estava machucado e não poderia caminhar até o carro. Com gentileza, os voluntários explicavam que era apenas uma unidade para cada um.

 

Jair e Adão contam que nesses seis anos do “Evangeliza Rua” já viveu várias histórias e com as suas palavras de fé buscam retirar as pessoas das ruas. Eles relembram que já levaram muitos para as casas de recuperação da cidade, cada pessoas munidade de um kit de produtos de higiêne também doado pelos voluntários.

 

Relembram a história de um homem do nordeste do país. Ele estava em estado deplorável, mas lembrava apenas o número de telefone do pai. O grupo conseguiu contato e ajudou a família a se reencontrar.

 

"Ele era de uma família boa. Os parentes estavam desesperados atrás dele. O pai tinha feito uma corrente de oração que havia acabado no dia em que o filho voltou para casa. Para nós foi muito marcante e uma emoção muito grande ter ajudado essa união", contam.

 

Pessoas que quiserem ajudar o grupo ou fazer doações podem entrar em contato com o Adão no número (65) 9 9922-2716.

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Please reload

© 2017 visitecuiaba.com.br. Todos os direitos reservados à ABIH-MT.
Associação Brasileira de Indústria de Hotéis de Mato Grosso - Cuiabá - MT

Fone: (65) 98471-7114

Email: abihmt@gmail.com

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle