Vendas de peixe começam na quarta-feira em Cuiabá

March 27, 2018

O prefeito Emanuel Pinheiro, o vice-prefeito, Niuan Ribeiro e o secretário de Agricultura, Trabalho e Desenvolvimento Econômico, Vinicyus Hugueney lançaram nesta segunda-feira (26), na Praça da República, a 27ª edição do Programa Peixe Santo, que este ano vem com o tema “Xômano!!! Nosso Peixe é Digoreste, Fresco e Gostoso!!!”.  Nos dias 28, 29 e 30 de março a população cuiabana vai poder comprar o peixe da Semana Santa por preços acessíveis.  São 30 postos de comercialização do pescado, distribuídos nas quatro regiões da cidade.

 

Com mais de duas décadas, o projeto Peixe Santo chega com o propósito de divulgar as qualidades do pescado de viveiro para que a comunidade cuiabana possa ter acesso ao peixe em diversos locais da cidade e próximo a sua residência. No período que antecede sua comercialização, os pequenos produtores participram de cursos, seminários e reuniões para o alinhamento das ações de normatização e a regulamentação do projeto. O peixe comercializado pelo programa atende todas as normas exigidas, desde questões sanitárias, fiscais, uniformes, origem, qualidade e manutenção do produto e o valor.

 

Para dar como lançado o Peixe Santo 2018, o prefeito Emanuel Pinheiro iniciou seu discurso exaltando a fé e as tradições do povo cuiabano. “Estamos começando uma semana abençoada é o fim da quaresma e é uma semana onde o cuiabano faz questão de manter viva a sua tradição e a sua cultura. Por que o povo cuiabano é um povo religioso, temente a Deus e de uma fé inabalável e que merecem ter à mesa um peixe com preço acessível e de primeira qualidade. A 27ª edição do Peixe Santo é uma homenagem à família Cristã, a um programa social e ao pequeno produtor, e principalmente, uma homenagem a historia e a vida da nossa cidade tricentenária”, disse o prefeito.

 

O vice-prefeito, Niuan Ribeiro destacou a importância da população em todos os processos democráticos. Principalmente em programas do Peixe Santo que intermedia o consumo do pescado para a população de baixa renda. “A prefeitura mantém o programa há 27 anos em respeito às tradições das famílias cuiabanas e, é na ressurreição de Cristo que nós encontramos esperança nos dias melhores para se viver. Além de fomentar a economia do município e da distribuição de renda dos pequenos produtores”, completa Niuan.

 

O sistema de cultivo em cativeiro trouxe consigo preços mais acessíveis para a comunidade em relação ao peixe de rio e até melhor em questão de qualidade. Cada regional terá o apoio de equipes multifuncionais composta por dois Policiais Militares, um Fiscal da Vigilância Sanitária, um Fiscal da Ordem Pública acompanhados por um servidor da secretaria de Agricultura,, Trabalho e Desenvolvimento Econômico.  O valor do quilo do pescado será de R$ 19,00 o Kg do peixe de couro (Pintado), para os peixes redondos, como o Pacu e a Tambatinga o valor será de R$ 12,50 kg com espinhas. E o peixe limpo e sem espinhas que vai custar R$ 14,00 kg. 

 

"É com grande alegria que conseguimos manter esse projeto e ofertar esse peixe, com preço acessível às famílias. Fizemos um direcionamento de começo ao fim, conversando com o Ministério Público para atender todas as suas exigências e poder ofertar um produto cada vez melhor a nossa população. Este ano conseguimos manter o valor do peixe, só com uma variação da inflação”, orgulhou-se o secretário.

 

A secretaria pretende investir ainda mais no desenvolvimento do pequeno produtor com a construção do primeiro Entreposto de Peixe no Distrito Industrial, como também pequenos entrepostos para algumas regiões da capital para promover a venda da produção desses piscicultores. O programa pretende ofertar cerca de 120 toneladas de pescado que serão revendidos, todos originários de viveiros da baixada cuiabana. O secretário ainda revelou que o programa também irá beneficiar instituições e associações carentes cadastradas na Secretaria de Assistência Social e Desenvolvimento Humano, que receberão a doação do peixe, para reforçar sua alimentação durante esta semana.

 

A apresentação do maior evento do pescado atraiu mais de uma centena de pessoas que queriam saber as regras da venda do símbolo da gastronomia local. De longe era possível sentir o cheiro do peixe frito que ao final do evento foi compartilhado com todos os presentes.

 

“Eu nunca tinha visto um evento como esse na praça. Achei uma coisa extraordinária, parabéns para o prefeito. E pelo que vi o preço do peixe vai ser barato. Outra coisa que fico imaginando é essa população de rua que vive a aqui, isso é um banquete pra eles hoje! Eu vim ao médico e passei por aqui e olha só, já estou provando um peixe frito que está muito bem temperado” surpreendeu dona Elair Ferreira de Oliveira.  

 

LOCAIS DE COMERCIALIZAÇÃO DO PESCADO

 

REGIONAL CENTRAL

Praça Oito de Abril, Praça da República, Praça Ipiranga

 

REGIONAL OESTE

Jd. Paulista – Praça Vereda (Carmindo de Campos)      

Av. 08 de Abril  Frente ao Mercado Porto

Av. São Sebastião - Santa Helena – Praça dos Bororos

Cidade Verde  - Av. Miguel Sutil (Trevo)

Novo Colorado - - EMEB Nossa Senhora Aparecida        

 

REGIONAL NORTE

CPA II- Praça Cultural     Praça Cultural

CPA IV – Caixa D’água   Praça da caixa d’água

Centro América – Av. Brasil - em frente do posto de gasolina (próprio)

Centro América – Av. Brasil - Esquina com rua Projetada

Av. Jurumirim (final da av.), Dr. Fabio / Três  Barras

 

REGIONAL SUL

Praça do Kaique - Pedra 90      

Centro Multiuso – Pedra 90 ao lado da igreja

Av. Palmiro P. Barros Parque Cuiabá  em frente ao Mercado

Praça N. Sra Aparecida - Parque Cuiabá      

Praça Osmar Cabral - Point Central

Pascoal Ramos ao lado do Cemitério

Industriário I  ao lado do Antigo Terminal

Industriário II  em frente ao Mercado Bom Jesus

Praça Residencial Coxipó Ao Lado do miniestádio (esquina)

Praça Popeye do Tijucal             

Av. Palmiro P. Barros – Bairro Nossa Senhora Aparecida ao lado da Regional Sul

 

Compartilhe no Facebook
Compartilhe no Twitter
Please reload

Please reload

© 2017 visitecuiaba.tur.br. Todos os direitos reservados à ABIH-MT.
Associação Brasileira de Indústria de Hotéis de Mato Grosso | Sede Cuiabá - MT

  • Facebook - White Circle
  • Instagram - White Circle
  • YouTube - White Circle